Como o uso inteligente de dados pode revolucionar modelos de negócios

janeiro 27, 2021 | | Notícias |

Nossa sociedade está imersa em dados. E com o crescimento contínuo de uso de IoT, mobiles e canais digitais, as empresas enfrentam uma enorme pressão para gerar análises significativas e acionáveis ​​a partir dos dados que capturam. Porém, de acordo com a Gartner, até 2022, apenas 20% dos insights de analytics entregarão resultados de negócios pela dificuldade de acionar essas informações de forma estratégica.

A oportunidade que os dados geram pode revolucionar a gestão das empresas. Mas a transformação digital não é um desafio apenas tecnológico. É também um desafio humano.

 

Não é redescobrir a roda: é maximizar seu uso 

A quantidade de dados que o mundo inteiro passou a utilizar abre um leque de oportunidades para corporações que nunca foi possível antes. A criação de uma cultura de tomada de decisão respaldada por dados relevantes para cada negócio é a tendência que vivemos hoje no universo business. Esta é uma oportunidade única e uma nova abordagem de como tirar proveito deste mundo atual para maximizar a eficiência dos processos das empresas e até revolucionar modelos de negócios.

Vamos para um exemplo simples, caseiro. O brasileiro é um alto consumidor de café. E muitos de nós possuem em casa máquina de cápsula. Se lhe perguntarem quantas xícaras de café foram feitas nos últimos dois ou três anos por ela, você provavelmente não vai saber. Porém, esse número existe, apesar de nunca ter sido coletado ou acionado. Mas, a partir do momento que é incorporado a este equipamento doméstico um device que coleta essa informação e está conectado a outra máquina, seja um smartphone ou um software, passa a gerar dados estratégicos de negócio. Informações como quantidade de café consumido, sabor de cápsula mais e menos usado e até horário de maior consumo do produto.

Em confluência com o 5G, IA, machine learning e nuvem, é possível entrar em um domínio muito superior de gestão. A empresa pode oferecer um serviço de assinatura de cápsulas automatizado, baseado nos dados gerados pela máquina. Ou seja, pelo sistema, o serviço de compra de novas cápsulas pode ser acionado quando o estoque do produto está em baixa, calculando comportamento de uso e estimativa de tempo de entrega. Uma simples máquina de café é capaz de gerar uma inteligência que antes não era sequer imaginável.

 

Gestão orientada a dados exige mudança cultural 

Este pensamento difere do BI antigo, tanto do ponto vista de complexidade quanto de oportunidade para as empresas. Antes, os dados auxiliavam no aumento de eficiência. Hoje, pela primeira vez, as empresas passam a ter oportunidade de transformar seu modelo de negócio. Esta é a verdadeira revolução digital. E quem não perceber esta mudança vai perder espaço. 

Para esta transformação acontecer é preciso do desenvolvimento de soluções que integrem o core tecnológico com o componente humano e processos. Foi unindo esses três universos que atuamos com o conceito de inteligência empresarial, com soluções de gestão baseada em dados. Acreditamos que o nível de performance das empresas pode ser maior com uma nova abordagem de gestão baseada em dados de realidade que geram análises mais transparentes, conscientes e focadas na clareza dos objetivos que as empresas buscamos atingir. Gerar alta performance de resultados e tornar as empresas mais inteligentes, é essa a transformação que nos move.

Write a comment